Falsas imagens de vítimas do estupro coletivo de Castelo do Piauí circulam na internet

Pessoas que tem como único objetivo espalhar maldade, estão espalhando pelas redes sociais imagens falsas sobre as vítimas do estupro coletivo ocorrido em Castelo do Piauí

Publicado por Jailson Rodrigues em 29 de maio de 2015 às 5:10

Compartilhar
[whatsapp]

No final da tarde de ontem (28/05), começaram a circular nas redes sociais, imagens que seriam das vítimas do estupro coletivo ocorrido na tarde do último dia 27/05, no município de Castelo do Piauí, no Centro Norte do estado. As imagens são chocantes, e a repercussão acabou afetando a rotina do Hospital de Urgência de Teresina – HUT, já que imediatamente, os populares começaram a acusar funcionários do local, de estarem expondo a situação das quatro jovens, que lá estão internadas.

Ainda na noite de ontem, o HUT se viu obrigado a enviar uma nota na imprensa, esclarecendo a população de que as imagens divulgadas de forma maldosa, não são das garotas envolvidas no crime que chocou o Piauí, e que nem ao menos foram tiradas de pacientes da instituição de saúde. O hospital não informou se o caso será levado para a polícia, a fim de punir o autor da divulgação.

Essa é uma das imagens que circulam pela internet, ela é de uma vítima, de um outro caso, onde uma mulher foi violentada.

Essa é uma das imagens que circulam pela internet, ela é de uma vítima, de um outro caso, onde uma mulher foi violentada.

Veja a nota:

A direção do Hospital de Urgência de Teresina (HUT) vem a público, por meio desta nota, esclarecer que as fotos que estão sendo divulgadas nas redes sociais e por meio do aplicativo Whatsapp, NÃO são imagens das adolescentes agredidas na cidade de Castelo do Piauí, dentro das dependências do hospital. 

O HUT tem uma política rigorosa de preservação de imagem de seus pacientes e não autoriza em hipótese alguma a exposição dos mesmos em qualquer tipo de mídia. Diferente das imagens divulgadas, o HUT não possui paredes vermelhas (as cores do HUT são verde e azul) e os equipamentos de anestesia que aparecem não são das marcas utilizadas por esta casa de saúde.
Por Jailson Rodrigues
jailsonrbs@hotmail.com
(86) 9826-4941
Compartilhar
[whatsapp]


Deixe seu comentário