Peça teatral onde atores ficam pelados e cutucam o ânus dos companheiros teria nascido em Teresina

Por onde passa, a peça moderna gera polêmicas

Publicado por Jailson Rodrigues em 20 de novembro de 2015 às 9:52

Compartilhar
[whatsapp]

Uma peça teatral baseada no livro “O Povo Brasileiro”, de Darcy Ribeiro, está há cerca de três anos gerando polêmica em vários estados do Brasil, o motivo é que os atores ficam nus durante as apresentações e ainda usam os dedos para analisar os ânus dos demais envolvidos na peça. A obra cultural “Macaquinhos” teria nascido no Núcleo Dirceu, um espaço cultural criado por artista teresinenses no Bairro Parque Ideal, que fica na região do Grande Dirceu, na zona Sudeste de Teresina.

Apresentação da obra no Museu do Piauí - Foto: Arianne Pirajá - Reprodução da internet

Apresentação da obra no Museu do Piauí – Foto: Arianne Pirajá – Reprodução da internet

Um ano após a suposta criação em Teresina (PI), a peça passou por reformulações em São Paulo (SP), e de lá começou a percorrer diversos espaços culturais do país, deixando muita gente de “boca aberta” com a proposta oferecida pela apresentação. A peça que teve a primeira intervenção no Museu do Piauí foi apresentada nesta semana no Teatro Patativa do Assaré, em Juazeiro do Norte (CE), e mais uma vez gerou polêmica nas redes sociais, onde alguns internautas repudiaram tal apresentação que estaria sendo custeada com dinheiro público. “Cutucar o cu dos outros virou arte”, disse um usuário do facebook.

calçadao

A polêmica desta vez foi tão grande que o Sesc (CE), órgão responsável pela 17ª edição da Mostra Sesc Cariri de Culturas, se viu obrigado a divulgar uma nota de esclarecimento sobre a apresentação. Segundo o Sesc a divulgação aconteceu de forma tímida, apenas na página da Mostra, e que também houve censura 18 anos.

nota-de-esclarecimento-sesc (1)

A peça mostra nove artistas completamente nus, eles exploram o orifício anal uns dos outros com base em três premissas: aprender que existe cu; aprender a ir para o cu; e aprender a partir do cu e com o cu.

Foto: Divulgação

– Foto: Divulgação

 

Por Jailson Rodrigues
jailsonrbs@hotmail.com

Compartilhar
[whatsapp]


Deixe seu comentário